sexta-feira, 14 de outubro de 2011

O mestre de xadrez tem esse nome, porque ele pode infligir os fundamentos do xadrez e... ganhar!

MOROZEVICH está arrasando em Saratov.

Depois de uma irregularidade em sua carreira, Alexandre Morzevich há voltado a competir em alto nível, encontrando o melhor xadrez praticado por ele até hoje.

No torneio de Saratov (Cat XIX, média de rating de 2707) o moscovita há somado 4,5 pontos em 5,0 possíveis. Venceu consecutivamente Vitiugov, Ni Hua, Moissenko e na quinta rodada, a Pavel Eljanov, e somente Peter Leko conseguiu tirar-lhe meio ponto.

Na terceira rodada, contra, Moissenko, Morozevich optou pela Defesa India do Rei, e durante o jogo, realizou 15 movimentos com a dama negra, em um total de 40 movimentos em toda a partida, e o desastre foi total para o bando branco.

A título de lembrança, aqui em Palmas, há dois jogadores que bem poderiam ter inspirado o Moro a "andar tanto com a dama", a diferença, é que eles sempre se complicam por de modo tão irresponsável, sair passeando com a dama sem lenço e sem documento.

PS.: para os mais novos que não conhece os xadrez das antigas aqui em Palmas, os "mestres" que levam a dama de maneira indiscriminada para passear, inclusive contra a vontade dela (posição) é o "mestre" Antonio Francisco e o "mestre" Wanderlei.

Essa partida é uma lição de como o xadrez é contraditório em seus fundamentos, mas isso só pode ser provado, quando sabemos quem está do outro lado do tabuleiro.

Confira a beleza dessa partida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário