sábado, 26 de setembro de 2009

Desafio GM Mecking x GM Fier

A primeira partida foi definida com vitoria de Fier, Mequinho reagi na segunda e o confornto segue empatado em 1x1.
Inicia hoje as 9h a terceira rodada ao vivo do Match veja AQUI.


Site Oficial:
www.ligadexadrez.com.br
Organização:
Liga de Xadrez
Direção do match: André Serroni
Árbitro: AI Alexandru Sorin Segal

Perfil dos jogadore
s


Mequinho
Henrique Mecking, o Mequinho, é o maior jogador de xadrez brasileiro de todos os tempos e um exemplo de superação no tabuleiro e na vida. Foi o terceiro melhor enxadrista do mundo no final da década de 1970, superado apenas por Anatoly Karpov e Viktor Korchnoi, representantes da ex-União Soviética. Em 1978, quando era apontado como o provável mais jovem campeão mundial, Mequinho teve que abandonar as competições devido a uma doença grave - a mistenia – que compromete seriamente o sistema nervoso e os músculos. Desde então, passou a dedicar-se inteiramente à religião, mas sempre alimentando a esperança de voltar a jogar, o que aconteceu em 1991, com algumas poucas disputas. Foi somente no ano 2000 que Mequinho voltou com força total, participando de diversos torneios e campeonatos. Em 2001, mostrou ao mundo por que é um dos mais respeitados enxadristas: depois de anos afastado, empatou, no Magistral Najdorf, a Argentina, com a húngara Judit Polgar, considerada a melhor jogadora de xadrez de todos os tempos, e também com seu antigo adversário Victor Korchnoi. Em 2002 representou o Brasil nas Olimpíadas de Xadrez como jogador principal (1° tabuleiro). Em 2006, venceu invicto o torneio de Lodi, na Itália, à frente de mais de 10 grandes mestres de todo o mundo. Atualmente, Mequinho é o número 5 do Brasil, com uma pontuação de 2567 no rating FIDE de outubro de 2008.

Alexandr Fier

Aos 21 anos, é o talento mais promissor do xadrez depois de Mequinho. Em outubro de 2006 obteve a norma de Grande Mestre Internacional (GM, o maior "ranking" do xadrez), sagrando-se o mais jovem brasileiro a conquistar o título. No início de 2007, o Brasil dispunha de sete GM's, contando com Fier dentre eles. No torneio Parque das Águas Claras, que contou com a participação expoentes nacionais como Jaime Sunye, Everaldo Matsuura e Jefferson Pelikian, obteve uma das maiores performances ELO da história do Xadrez: 3120, comparável à performance de Bobby Fischer no campeonato dos Estados Unidos. Fier tem jogado por todo o mundo e, no começo desse ano, fez um circuito de mais de 03 meses pela Europa e China. Atualmente é o melhor enxadrista da América Latina. Apareceu na última lista, de setembro, da FIDE como o 98° melhor jogador do mundo. Acumula ainda nesse mês uma vitória em Sants, Espanha o foi o melhor 1° tabuleiro no "LIII Campeonato espanhol por Equipes", com rating performance de 2717. Vice-campeão mundial sub-10 Tetra-campeão pan-americano em várias faixas etárias Octo-campeão brasileiro (inclusive campeão absoluto) Várias vezes representante do Brasil em campeonatos mundiais de várias faixas etárias Bicampeão sul-americano sub-20

Nenhum comentário:

Postar um comentário